Bruno Motta fala de novo espetáculo e a vida nos palcos do teatro

O humorista Bruno Motta afirma: 'Meu negócio é esse: comunicar, dizer coisas, escrever, fazer teatro, interpretar, rir e divertir'

Redação Mais Novela Publicado quinta 16 setembro, 2021

O humorista Bruno Motta afirma: 'Meu negócio é esse: comunicar, dizer coisas, escrever, fazer teatro, interpretar, rir e divertir'
O ator e humorista Bruno Motta - Reprodução / Instagram

Nos palcos do teatro desde os 23 anos, o ator e humorista Bruno Motta contou sobre sua carreira em uma live com Jorge Brasil, no Instagram do Mais Novela nesta quinta-feira, 16/09. Entre os assuntos, ele falou do espetáculo 1 Milhão de Anos em 1 Hora, que está em cartaz no Teatro Folha, na capital paulista, e sobre a sua visão do humor.

Bruno, uma pessoa divertidíssima, marcou o evento justamente no dia de seu aniversário, mas iniciou a live dizendo: “Eu marco tudo, acho ótimo, não vejo problema com isso”.

Então, o artista contou sobre a alegria de atuar no espetáculo 1 Milhão de Anos em 1 Hora, escrito por Colin Quinn e Jerry Seinfeld, e com versão em português do humorista Marcelo Adnet e direção de Cláudio Torres. A montagem conta a história do mundo desde os tempos da caverna até o dias atuais de Facebook“É um espetáculo que eu adoro fazer, eu assisti na Broadway, é um espetáculo muito divertido. Tem o público e a velocidade do stand up, mas tem todo o acabamento teatral”, contou ele.

Além disso, o artista é ótimo na arte do improviso e tem as piadas na ponta da língua. Ele revelou que, apesar do atual momento crítico que vivemos na política do país, não deixa a peteca cair. “Ninguém aguenta mais, mas é o jeito de ver a vida. Conheço alguns humoristas que quanto pior está, melhor para eles. Eu estou sempre achando graça nas coisas, por mais que o dia não esteja bom”, ressaltou.

Ele também falou sobre a sua relação com a comunicação. O ator é formado em comunicação social, e disse que o humor veio com o tempo, embora o seu talento esteja na arte de comunicar. “Eu sou um comediante, atravesso a rua, apresento um programa, escrevo um programa, não tem tempo ruim pra mim”, disse ele, e completou: “Então, escrevo um livro, faço o lançamento do livro, para mim é tudo vertente da mesma coisa. Eu me entendi muito cedo que o meu negócio era esse: comunicar, dizer coisas, escrever, fazer teatro, interpretar, rir, divertir, mas passar uma mensagem para o outro”.

No entanto, Bruno considera que existe limite e bom senso para se fazer humor. “O limite é até onde você quer se comprometer, porque piada podemos fazer com tudo, mas precisa dominar a faca que está na sua mão”, declarou.

Nesse sentido, ele também falou que a obrigação de ser engraçado o tempo todo com as pessoas e amigos próximos não é um peso para ele. “Eu não sou um cara hilário, eu analiso, penso, repenso, a não ser que eu tenha preparado. Às vezes, quando vou participar de uma entrevista, eu vou preparado, porém, fora esses momentos, eu não estou", disse ele.

Por fim, Bruno Motta também contou que ficou nervoso ao ser entrevistado por Jô Soares, embora o apresentador o tenha deixado super à vontade com vários elogios pela sua carreira. “A entrevista do Jô é muito gostosa, a plateia se diverte”, ressaltou.

Confira a live completa:

Último acesso: 25 Oct 2021 - 08:23:45 (1071257).